Gêneros
Administração
Artes
Astrologia
Biografia/ Memória
Chick Lit
Ciências
Ciências Políticas
Ciências Sociais
Cinema
Contos/ Crônicas
Culinária
Desenvolvimento pessoal
Desenvolvimento profissional
Economia
Educação
Ensaio/ Teoria literária
Entretenimento
Esoterismo
Espiritualidade
Filosofia
Geografia
Guerra
Guia
História
Infantil
Jovem Adulto
Juvenil
Literatura
Negócios
Obras de referência
Pensamento
Poesia
Policial
Política
Psicologia/ Psicanálise
Quadrinhos
Qualidade de vida
Relacionamento
Religião
Reportagem
Romance brasileiro
Romance estrangeiro
Romance histórico
Suspense
Teatro
Thriller
Viagem/ Aventura
Coleções
Autores
Tenha acesso a
conteúdos exclusivos.

leitor
livreiro
professor

Email:
Senha:
Lembrar senha
Educação Home > Educação > A sociedade dos filhos órfãos
A sociedade dos filhos órfãos
Autor: Sergio Sinay
Título Original: La sociedad de los hijos huérfanos
Tradutor: Luís Carlos Cabral
EAN: 9788576844402
Gênero: Educação
Páginas: 224
Formato: 14 x 21 cm
Editora: Best Seller
Preço: R$ 47,90
   

Em um texto lúcido e coerente, Sergio Sinay denuncia o que é, segundo ele, um dos maiores problemas enfrentado pela sociedade atual: o abandono da responsabilidade de criar os filhos. Para o autor, boa parte dos pais de hoje não consegue estabelecer uma conexão real com suas crianças, o que resultará em uma geração altamente influenciada pelos maus valores da TV, da internet e do marketing agressivo. Assim, A sociedade dos filhos órfãos é um chamado para pais e mães reverterem esse processo e criar um melhor amanhã.

“Há uma resistência em ser adulto porque a pessoa está distraída em relação ao sentido de sua vida. Quando se vive uma vida que tem sentido, a pessoa vai buscar novos desafios. Se não, ela vai viver essa angústia existencial e vai encontrar uma corja de oportunistas para lhe vender um placebo, seja uma cirurgia plástica seja um carro novo”, declarou numa entrevista à TV argentina. 

O autor usa o conceito de órfãos funcionais para explicar a orfandade com pais ainda vivos e critica os pais que se gabam de serem amigos e muitas vezes cúmplices de seus filhos em situações de risco como o consumo de álcool. “Um indivíduo cresce através do perigo, mas uma coisa é ter recursos (especialmente emocionais, de valores, espirituais e também materiais) diante do risco e outra é se encontrar com eles jogado ao azar”, compara o autor.

Sinay compara a criação dos progenitores com o trabalho do agricultor. Não basta jogar a semente para ter uma colheita proveitosa. É preciso proteger a plantação de intempéries e pragas, além de podar as árvores. “Podar não é mutilar, é uma forma de ajudar a planta a crescer com força”, compara o autor.

Sergio Sinay
...


Pedagogia do oprimido (Capa dura)
Paulo Freire
R$ 47,90

Manual antidrogas: guia preventivo para pais e professores
Dr. Gustavo Teixeira
R$ 32,90

Limites sem trauma
Tania Zagury
R$ 39,90


Novo livro de Fabricio Carpinejar entra para a lista de mais vendidos da Veja
04/06/2018
Saiba mais

Contos de Nei Lopes são tema de curso no Centro Afrocarioca de Cinema
Saiba mais

Banda The Rolling Stones completa 56 anos. Leia a biografia dos roqueiros, publicada pela Record
25/05/2018
Saiba mais

Livro vencedor do Pulitzer 2018 será lançado no Brasil pela Record
15/05/2018
Saiba mais