Gêneros
Administração
Artes
Astrologia
Biografia/ Memória
Chick Lit
Ciências
Ciências Políticas
Ciências Sociais
Cinema
Contos/ Crônicas
Culinária
Desenvolvimento pessoal
Desenvolvimento profissional
Economia
Educação
Ensaio/ Teoria literária
Entretenimento
Esoterismo
Espiritualidade
Filosofia
Geografia
Guerra
Guia
História
Infantil
Jovem Adulto
Juvenil
Literatura
Negócios
Obras de referência
Pensamento
Poesia
Policial
Política
Psicologia/ Psicanálise
Quadrinhos
Qualidade de vida
Relacionamento
Religião
Reportagem
Romance brasileiro
Romance estrangeiro
Romance histórico
Suspense
Teatro
Thriller
Viagem/ Aventura
Coleções
Autores
Tenha acesso a
conteúdos exclusivos.

leitor
livreiro
professor

Email:
Senha:
Lembrar senha
Ciências Sociais Home > Ciências Sociais > O capital: Livro 1 - O processo de produção do capital (vol. 2)
O capital: Livro 1 - O processo de produção do capital (vol. 2)
Autor: Karl Marx
Título Original: Das Kapital — Kritik der politischen Ökonomie Buch I: Der Produktionsprozess des Kapitals
Tradutor: Reginaldo Sant’Anna
EAN: 9788520004685
Gênero: Ciências Sociais
Coleção: O capital
Páginas: 364
Formato: 16 x 23 cm
Editora: Civilização Brasileira
Preço: R$ 52,90
   

A editora Civilização Brasileira volta a editar a tradução de O Capital (feita diretamente do original alemão pelo economista Reginaldo Sant’Anna). Trata-se, certamente, da obra mais importante do grande pensador, a cuja redação ele dedicou a maior parte de sua vida. É neste livro que, com plena maturidade intelectual, Marx aprofunda e sistematiza a brilhante análise crítica, já presente no Manifesto, das formas de sociabilidade que caracterizam o mundo moderno.

Enquanto o primeiro livro de O Capital era dedicado ao processo de produção capitalista, o segundo — publicado em 1885, dois anos após a morte de Marx — trata do processo de circulação do capital. A variação do subtítulo pode fazer supor a existência de uma solução de continuidade da matéria tratada. Mas isso não ocorre: para Marx, produção e consumo são apenas determinações diversas de uma totalidade concreta: o sistema capitalista em seu conjunto. Não é à toa que Marx definia seu livro como “um todo artístico”. Não só na passagem da produção à circulação, mas ao longo de todo O CAPITAL, pode-se observar uma explicitação da realidade em seus mecanismos mais íntimos e necessários, e não uma soma de opiniões arbitrárias e subjetivas.

A observação de Georg Lukács — “a ortodoxia em matéria de marxismo diz respeito somente ao método” — indica como O Capital deve ser relido hoje: buscando-se nele não a veracidade positivista dessa ou daquela afirmação, mas o sentido profundo do método crítico-dialético com o qual opera. Fazendo isso, o leitor perceberá que O Capital continua a fornecer o mais eficiente instrumento para dissipar o véu fetichista com que os atuais teóricos do neoliberalismo e da pós-modernidade pretendem encobrir as novas e dramáticas contradições do capitalismo globalizado.

Karl Marx
...


Corpos em aliança e a política das ruas: Notas sobre uma teoria performativa de assembleia
Judith Butler
R$ 52,90

Cadeia: Relato sobre mulheres
Debora Diniz
R$ 34,90

A origem da família, da propriedade privada e do Estado (Ed. Bolso)
Friedrich Engels
R$ 27,90


Autor Carlos Minuano participa do talk show 'The Noite com Danilo Gentili'
13/07/2018
Saiba mais

Jornalista inclui canal 'Alexandrismos' em sua lista de favoritos
Alexandra Gurgel é citada como 'influenciadora do bem' por jornalista
09/07/2018
Saiba mais

Novo livro de Fabricio Carpinejar entra para a lista de mais vendidos da Veja
04/06/2018
Saiba mais

Contos de Nei Lopes são tema de curso no Centro Afrocarioca de Cinema
Saiba mais