Gêneros
Administração
Artes
Astrologia
Biografia/ Memória
Chick Lit
Ciências
Ciências Políticas
Ciências Sociais
Cinema
Contos/ Crônicas
Culinária
Desenvolvimento pessoal
Desenvolvimento profissional
Economia
Educação
Ensaio/ Teoria literária
Entretenimento
Esoterismo
Espiritualidade
Filosofia
Geografia
Guerra
Guia
História
Infantil
Jovem Adulto
Juvenil
Literatura
Negócios
Obras de referência
Pensamento
Poesia
Policial
Política
Psicologia/ Psicanálise
Quadrinhos
Qualidade de vida
Relacionamento
Religião
Reportagem
Romance brasileiro
Romance estrangeiro
Romance histórico
Suspense
Teatro
Thriller
Viagem/ Aventura
Coleções
Autores
Tenha acesso a
conteúdos exclusivos.

leitor
livreiro
professor

Email:
Senha:
Lembrar senha
Ensaio/ Teoria literária Home > Ensaio/ Teoria literária > O VIAJANTE IMÓVEL
O VIAJANTE IMÓVEL
Autor: Luciano Trigo
EAN: 9788501057709
Gênero: Ensaio/ Teoria literária
Páginas: 304
Formato: 14x21
Editora: Record
Preço: R$ 69,90
   

Bondes puxados à cavalo. Homens com chapéu e bengala. Mulheres de tornozelo coberto. O Rio de Janeiro do Segundo Reinado. A cidade de Machado de Assis. Considerado por muitos como o nosso Shakespeare, Machado de Assis soube, como poucos, descrever os sentimentos mais comuns ao ser humano. A análise psicológica de suas personagens prevalece, no conjunto de sua obra, sobre as descrições de cenários e ambientes. Ainda assim, o Rio de Janeiro é, sim, uma das principais personagens machadianas. E é justamente essa personagem que Luciano Trigo nos revela em VIAJANTE IMÓVEL: MACHADO DE ASSIS E O RIO DE JANEIRO DE SEU TEMPO. O autor faz um passeio pelo Rio de Janeiro de Machado de Assis e mostra a presença da cidade em toda sua obra. VIAJANTE IMÓVEL revela que os contos e romances de Machado de Assis não devem ser lidos fora do contexto em que eles se inscrevem (e no qual ele os escreve): o Rio de Janeiro do Segundo Reinado. Quando pensamos hoje no Rio sob a regência de D.Pedro II, geralmente nos vêm à mente a cidade construída por Machado. "Um texto célebre protesta, por exemplo, contra a idéia do alargamento da Rua do Ouvidor", explica Luciano Trigo. E este é apenas um dos casos que mostram a reflexão sobre a cidade e o entrelaçamento de seus mecanismos sociais presente na obra machadiana. O livro também fala das transformações por que passou a sociedade em que Machado viveu, e das quais foi espectador privilegiado. Um mapeamento das referências às ruas e praças do Rio de seu tempo serve como um interessante documento histórico e cultural. Nesse sentido, o livro realiza um esforço inédito: resgatar este Rio do Segundo Reinado, já que as obras necessárias para se traçar um painel da época estão esgotadas há décadas. "Uma das pretensões de VIAJANTE IMÓVEL é estimular as pessoas a buscarem mais informações sobre o Rio e sobre Machado de Assis. Machado é muito menos lido do que merece", confessa o autor. Luciano Trigo nasceu no Rio de Janeiro, em 1964. É jornalista e escritor, autor de "Todas as histórias de amor terminam mal" (contos), "Vampiro" (romance), "O corpo humano" (romance) e "Marques Rebelo - Mosaico de um escritor" (ensaio); organizador e co-autor de "O Globo - Grandes entrevistas: Os escritores"; e co-autor de "Carnaval" e "Lábaro estrelado", sobre a obra de J.Carlos. Foi editor assistente do suplemento Idéias, do Jornal do Brasil, editor especial da revista Playboy, editor da revista Leia e editor do caderno Prosa & Verso, de O Globo, além de colaborar em diversos jornais e revistas do Rio de Janeiro e de São Paulo. "Luciano Trigo traz à tona, com brilho, linguagem apurada e intensa riqueza de detalhes, a intriga histórica e a urdidura do cotidiano que permeia esta cidade, objeto de sua devoção narrativa. E, com o intuito de aprofundar-se na trama urbana, pois uma cidade é um tecido novelesco, ele abastece-se de pormenores e minúcias supridas por Machado de Assis, perfeito exegeta do Segundo Reinado, e por demais comentaristas, também ilustres." Nélida Piñon "Era o volume que faltava no contexto dos estudos machadianos." Josué Montello

Luciano Trigo
...


A definição da arte
Umberto Eco
R$ 59,90

Como conversar com um fascista
Marcia Tiburi
R$ 47,90

Paisagem brasileira
Lya Luft
R$ 42,90


“A grande feira” é tema de artigo sobre o mercado da arte
05/01/2010
Saiba mais