Gêneros
Administração
Artes
Astrologia
Biografia/ Memória
Chick Lit
Ciências
Ciências Políticas
Ciências Sociais
Cinema
Contos/ Crônicas
Culinária
Desenvolvimento pessoal
Desenvolvimento profissional
Economia
Educação
Ensaio/ Teoria literária
Entretenimento
Esoterismo
Espiritualidade
Filosofia
Geografia
Guerra
Guia
História
Infantil
Jovem Adulto
Juvenil
Literatura
Negócios
Obras de referência
Pensamento
Poesia
Policial
Política
Psicologia/ Psicanálise
Quadrinhos
Qualidade de vida
Relacionamento
Religião
Reportagem
Romance brasileiro
Romance estrangeiro
Romance histórico
Suspense
Teatro
Thriller
Viagem/ Aventura
Coleções
Autores
Tenha acesso a
conteúdos exclusivos.

leitor
livreiro
professor

Email:
Senha:
Lembrar senha
Ciências Sociais Home > Ciências Sociais > Respeito: A formação do caráter em um mundo desigual
Respeito: A formação do caráter em um mundo desigual
Autor: Richard Sennett
Título Original: Respect
Tradutor: Ryta Vinagre
EAN: 9788501067241
Gênero: Ciências Sociais
Páginas: 336
Formato: 14 x 21 cm
Editora: Record
Preço: R$ 59,90
   

Muitas formas de serviços de saúde, educação e segurança social foram desmanteladas em vários países na última década do século XX. Muitos argumentaram que o bem-estar social deveria ser resultado da potencialidade dos indivíduos, e não uma prioridade governamental. Em Respeito, uma combinação de memória e reflexão acadêmica, Richard Sennett aborda a nossa necessidade de responsabilidade social diante dos abismos da desigualdade gerados também por tais políticas.

No mundo incerto das “relações sociais flexíveis”, todos são afetados pelas questões relativas ao respeito: pode ser um empregado acuado com um gerenciamento insensível; um assistente social tentando atender um indignado; ou virtuoses da música em busca de um dueto perfeito. Baseado em suas lembranças e experiências de infância e juventude em um conjunto habitacional de Chicago, Sennett explora os fatores que tornam o respeito mútuo algo tão difícil de alcançar.

A partir da evidência dos talentos desiguais, Richard Sennett reconhece que, mesmo em um mundo idealizado, as diferenças de habilidades permanecem. O autor aborda a dependência adulta, em que o indivíduo encara sempre o desafio de conquistar sua auto-estima e o respeito de seus pares, e analisa as formas degradantes de compaixão: tanto a burocracia impessoal dos serviços sociais quanto o voluntariado invasivo.

Por ter sido um candidato a violoncelista, Richard Sennett apresenta uma narrativa repleta de analogias com o mundo da música. Ele investiga como a auto-estima pode ser nutrida em uma sociedade que prima pela injustiça fazendo incursões a hobbies; como a auto-estima pode ser equilibrada por meio de relacionamentos construtivos e como o respeito mútuo pode forjar laços que atravessam o território minado das desigualdades. Finalmente ele nos leva a vislumbrar por meio desta obra uma sociedade que funcionaria nos moldes de uma orquestra, onde cada um procura dar o melhor de si para conectar-se com seus pares de uma forma eficaz e harmoniosa.

Richard Sennett

O sociólogo e historiador norte-americano Richard Sennett ...



Corpos em aliança e a política das ruas: Notas sobre uma teoria performativa de assembleia
Judith Butler
R$ 59,90

Cadeia: Relato sobre mulheres
Debora Diniz
R$ 39,90

A origem da família, da propriedade privada e do Estado (Ed. Bolso)
Friedrich Engels
R$ 29,90


Autor Carlos Minuano participa do talk show 'The Noite com Danilo Gentili'
13/07/2018
Saiba mais

Jornalista inclui canal 'Alexandrismos' em sua lista de favoritos
Alexandra Gurgel é citada como 'influenciadora do bem' por jornalista
09/07/2018
Saiba mais

Novo livro de Fabricio Carpinejar entra para a lista de mais vendidos da Veja
04/06/2018
Saiba mais

Contos de Nei Lopes são tema de curso no Centro Afrocarioca de Cinema
Saiba mais